28 de set de 2009

Gossip Boys


Chegou o dia que eu já esperava que viria, mas também esperava que nunca viesse.

Hoje, no lugar que trabalho/estudo (um dia explico essa minha condição), chegou ao meu conhecimento algo que eu já imaginava que aconteceria, mas tentava ainda manter fé nas pessoas. Em vão.

Desde o começo desse ano eu comecei a não ter mais medo em assumir minha sexualidade, nem ficar fazendo papel de machinho, etc, ser quem eu sou mesmo. Eu sei de todas as adversidades que isso traz, mas se não posso ser feliz sendo quem eu sou, não serei feliz de nenhum outro jeito.

Então num certo dia, estava eu com colegas, conversas, brincadeiras, etc, todos colegas próximos, que eu tenho uma boa convivência.
Em algum ponto surgiu alguma brincadeira e alguém me disse:

"Ah, porque você é gay mesmo."

Eu já estava esperando alguma oportunidade como essa pra revelar e falei mesmo "Sou, mas e daí?"
Alguns continuaram encarando isso na brincadeira, mas outro perguntou sério e eu confirmei mais serio ainda. Se desculpou por alguma brincadeira que tivera feito, eu nem ligo pra isso. Perguntou se precisava guardar segredo disso, e eu apenas falei:
"Não, não tenho vergonha. Nada mudou em mim desde 10 minutos atrás, e não mudará. A única coisa que eu peço é respeito como todo mundo, e que eu fique sabendo até onde a história está chegando"

Naquela mesma tarde outra pessoa (de uma certa má fama) ja sabia de segunda mão...


...

Um tempo depois, atraves de uma amiga, soube que muita gente estava sabendo por 3ª, 4ª, 20ª mão. Não gostei, mas é o preço que se paga. Até aí eu não fiquei bravo, apenas não gostei da situação. Até o dia de hoje.

O tal cara 'de má fama' veio falar comigo e uma amiga sobre o modo como tratamos ele, com as brincadeiras, que não respeitavamos, e tal. As mesmas brincadeiras que todo o resto da turma também faz, mas ele só falou conosco...

Minha amiga respondeu bem cinicamente, citando outras coisas que ele já fez, e falando: "Se quer respeito, se dê ao respeito!"
Depois ele falou só comigo pra saber se eu estava bravo por causa da história ter se espalhado e tal..



[nota mental]
Nessas horas eu me odeio. Tenho tanta coisa pra falar mas não consigo, sou bonzinho e ofereço a outra face. Idiota.
[/nota mental]



Eu disse que não gostei, não fiquei sabendo quem eram, como havia pedido, mas até então não tinha sido desrespeitado.

Aí ele disse que se espalhou rápido porque "alguem que ele não ia falar" reuniu um pessoal apenas pra comunicar que eu era gay.
Nessa hora eu me desestabilizei totalmente, mas não transpareci.

O resto do meu dia foi pensando nisso e em tentar achar o filho da puta que tinha tanta urgência em comunicar o resto da empresa sobre minha orientação sexual.

E agora nem consigo mais olhar na cara de certas pessoas (deveria ser o contrário, né?), até descobrir quem foi o "Leão Lobo" daqueles e puxar de lado pra uma conversinha nada amigável sobre respeito e ética.



Enfim, isso é um desabafo, como sempre. Esperava que acontecesse, mas não dessa forma.



Oh baby please
Give a little respect
To me

26 de set de 2009

Fast Forward


Essa sexta-feira me dei mal em uma prova, por falta de estudo. Foram 3 horas de desespero confundindo as matérias e no final um pensamento só: "Como sou idiota!". idiota mesmo, pois burro sei que não sou.

Um tempo depois pensando em mil coisas e ainda bravo comigo mesmo comecei a me perguntar porque não consigo sentar e pegar um livro pra estudar, fazer algum exercício. É a minha vontade louca de fazer tudo e não conseguir fazer nada.

Eu percebi que não vivo mais no presente. Eu estou vivendo no futuro, pensando em coisas que não tem a menor importância até daqui 5 minutos, uma hora, um dia, 5 meses, 10 anos...
Muito tempo pensando no que fazer e pouco fazendo, e a vida passando ali ao lado.

A última postagem antes dessa foi há mais de 15 dias, e desde lá sempre penso em algo pra escrever, mas quando sento no computador, começo a fazer mil coisas inúteis, algumas poucas importantes, e o resto fica de lado.


Eu não entendo porque para mim é tão difícil mudar isso, não entendo mesmo.
Parece até que estou preso no meu próprio corpo, dentro de uma máquina que faz as mesmas coisas todos os dias sem nem pensar mais, sem sentir.
Não consigo mais nem pensar no que eu quero. No que eu quero pra vida, pra ser feliz, pra comer, assistir, ouvir.
Não sei se isso é fase, se é frescura, se é medo de enfrentar mais a vida, mas seja lá o que for, tem que parar, não dá mais.

10 de set de 2009

Sex and the City 2 + Madonna

Gente, nunca fui de assistir Sex and the City, nem vi o primeiro filme, mas to postando isso só pra colocar essas imagens que achei demais.


Carrie em um figurino inspirado em Madonna nos anos 80 (aparentemente o filme tem cenas de flashback das meninas)






fotos retiradas daqui


Comparem com o clipe de Into the Groove




Asheilusho !!!

6 de set de 2009

Dia do sexo


Descobri a poucos minutos que hoje, 6/9/2009 é considerado dia do sexo !!

Não é nada oficial, e foi criado por uma fabricante de camisinhas ano passado, mas não deixa de ser uma desculpa para "comemorar" né ??


Eu já fiz a minha parte hoje, e para inspirar que ainda não comemorou, vai um remix de algumas musiquitchas da Tia.



5 de set de 2009

Mono Saturday

Hoje o dia não tá rendendo.
Acordei 13h, meus pais viajaram, meu irmão fica no computador ou na casa do vizinho.

Hoje estou com uma sensação como se estivesse esperando algo. Esperando alguem chegar, esperando uma ligação. Mas não há nada para esperar.

Coloquei musicas na playlist, ouvi todas. Limpei meu quarto (só faziam 6 meses desde a ultima vez..)

Ainda falta alguma coisa.


Baixei episodios de Queer af Folk, assiti dois. Mas a sensação permanece, preciso fazer algo mas não sei o que é, não é algo que precisa ser feito, eu só preciso me ocupar

O que falta ?
Não, não é falta de sexo, nem de carinho, nem de namorado.
Sei lá o que é, só sei que está me incomodando.

Aqui deitado na cama escrevendo isso e me envenenando com leite condensado.
Ainda bem que é feriado prolongado...


-----------------------------------


Não poderia terminar o post sem agradecer o convite e companhia de todos que estiveram ontem. Amei e espero que possamos repetir muito mais vezes!!!!